domingo, 26 de janeiro de 2014

Alertas de Mercado: Café, Frango e Suínos


Café

Produtores de café, enfim, começam a disponibilizar, com um pouco mais de intensidade, alguns lotes no físico brasileiro, após um ano de forte retração, de acordo com levantamentos do Cepea. Foi considerado baixo o volume negociado até dezembro, já que produtores aguardavam preços mais elevados. Neste início de 2014, porém, os estoques do grão começam a apresentar certa redução, explicada pela leve alta dos preços e, principalmente, pela necessidade de “fazer caixa” por parte de vendedores.

Segundo pesquisadores do Cepea, como as negociações da temporada brasileira 2013/14 estão apenas começando a ganhar ritmo, ainda resta um bom volume de café para ser vendido. O percentual de grão disponível varia entre as regiões produtoras, mas, no geral, restam cerca de 40% da safra para ser negociada. Esse percentual em estoque seria um pouco abaixo do registrado no mesmo período da safra passada, que foi, porém, mais volumosa.

Frango

As cotações da carne de frango negociada no atacado da Grande São Paulo continuam em queda, conforme levantamentos do Cepea. Entre os cortes, a asa acumula a maior desvalorização na parcial de janeiro (até o dia 23), de 13,2%, com o quilo do produto congelado a R$ 5,40 nessa quinta-feira. Pesquisadores do Cepea afirmam que a demanda enfraquecida, normalmente observada nessa época do ano (de gastos extras), é o principal fator de pressão.

O frango inteiro congelado também segue em desvalorização. A baixa mais significativa na parcial de janeiro, de 10,4%, foi registrada no Oeste Catarinense, com o quilo do produto passando para R$ 3,55 nessa quarta-feira.

Suínos

Janeiro avança sem que haja reação das vendas de carne suína no mercado interno ou no externo, segundo pesquisadores do Cepea. A baixa oferta de animais para abate em algumas regiões, no entanto, ainda sustenta as cotações do suíno vivo em parte das localidades pesquisadas pelo Cepea. Em relação às exportações, segundo dados da Secex, até a terceira semana deste mês, foram embarcadas em média 1,2 mil toneladas da carne in natura por dia, menos que as 1,5 mil de dezembro/13 e as 1,6 mil de janeiro/13. No mercado doméstico, na parcial de jan/14 (até o dia 23), com a demanda enfraquecida, o preço médio da carcaça comum suína na Grande São Paulo acumula queda de 1,1%, passando para a média de R$ 5,93/kg nessa quinta-feira. A carcaça especial se desvalorizou 1,3% no período, com o quilo indo para R$ 6,32.


Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

0 comentários

Postar um comentário