sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Mato Grosso do Sul declara emergência fitossanitária


Mato Grosso do Sul está na lista dos estados que tiveram emergência fitossanitária declarada devido ao surto da lagarta Helicoverpa armigera. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 19 de dezembro, no Diário Oficial da União. Bahia, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais e Piauí também tiveram emergência fitossanitária confirmada e assinada pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Antônio Andrade.

A partir de agora, o estado já pode adotar as medidas de manejo previstas na Portaria 1109, de 6 de novembro, para supressão da praga. Dentre elas, o vazio sanitário, a adoção de áreas de refúgio e a destruição de restos culturais aliados ao uso controlado de produtos químicos.

As ações de controle necessárias ao enfrentamento agropecuário de doenças ou pragas foram previstas no Decreto 8.133 da Presidência da República. A importação temporária de defensivos não autorizados é um dos pontos da medida, desde que obedeça a determinados critérios técnicos, entre os quais a comprovada eficiência e a não implicação em riscos ao meio ambiente e à saúde pública.

A delimitação das áreas atingidas pela lagarta em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul serão divulgadas nos próximos dias no Diário Oficial da União.

Clique aqui para ter acesso à Portaria nº 1.260 que decreta emergência em MS .

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do Mapa
(61) 3218-2205/2203
Carol Oliveira
ana.carolina@agricultura.gov.br

0 comentários

Postar um comentário