quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Rio Grande do Sul: Fepagro Divulga Programa de Pós-graduação em Saúde Animal (PPGSA)


O Mestrado em Saúde Animal será direcionado a graduados das áreas de ciências agrárias, biológicas e da saúde, em especial profissionais que atuem com saúde pública e no sistema de defesa sanitária animal. 

O recém-criado Programa de Pós-graduação em Saúde Animal (PPGSA) da Fepagro divulgou nesta quinta-feira (21 de novembro) as primeiras informações sobre o funcionamento do curso, como áreas de concentração, linhas de pesquisa, a lista nominal dos docentes e as disciplinas a serem oferecidas. Estas informações foram publicadas no site da Fundação e no subsite do IPVDF - Fepagro Saúde Animal, onde o curso será ministrado.

O Programa de Pós-graduação conta com 13 orientadores que atuam em quatro grandes linhas de pesquisa nas quais os mestrandos desenvolverão seus projetos: Epidemiologia e Defesa Sanitária, Microbiologia, Vetores e doenças vetoriais, e Fisiopatologia das doenças animais. Para a primeira turma de estudantes, serão ofertadas 14 disciplinas, divididas em cinco obrigatórias e nove eletivas. O curso será gratuito e terá duração de dois anos, conferindo o título de Mestre em Saúde Animal, com reconhecimento da CAPES-MEC.

O Mestrado em Saúde Animal será direcionado a graduados das áreas de ciências agrárias, biológicas e da saúde, em especial profissionais que atuem com saúde pública e no sistema de defesa sanitária animal.

O objetivo é capacitar, atualizar e aprimorar esses profissionais em aspectos científicos e tecnológicos da área de saúde de animais de produção, focando nas demandas das principais cadeias produtivas da pecuária gaúcha. Para isso, os mestrandos poderão contar com a estrutura e a experiência do IPVDF, há 71 anos uma referência mundial em pesquisa e diagnóstico, além de ser laboratório oficial do Governo do Estado para os programas de defesa sanitária animal.

Mais informações sobre o Mestrado podem ser obtidas pelo e-mail ppgsa@fepagro.rs.gov.br.

Fonte: Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio do Rio Grande do Sul

0 comentários

Postar um comentário