terça-feira, 8 de outubro de 2013

São Paulo: PoupaTempo do produtor Rural facilita acesso aos benefícios do Estado


O Poupatempo do Produtor Rural (PPR), unidade móvel que percorre o interior de São Paulo facilitando o acesso tecnológico de produtores a diversos serviços da Secretaria de Agricultura do Estado, atenderá, até o fim do ano, 79 municípios.

Entre os itens que o projeto de auxílio contempla estão linhas de crédito, seguro rural, Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), controle financeiro de produção, Guia Trânsito Animal (GTA), identificação de plantas forrageiras, orientação, encaminhamentos de análise de solo e água, além de inúmeras informações e capacitações para qualificar a produção e aumentar a renda dos agricultores. Neste ano, técnicos agropecuários também devem orientar sobre o preenchimento do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e a Análise de Reserva Legal, medidas necessárias para a adequação ao novoCódigo Florestal.

Cada unidade móvel do Poupatempo possui atendentes especializados, computadores, conexão à internet e recursos de telefonia móvel. Inicialmente, as três unidades atuarão na região de Sorocaba, de acordo com um plano de incentivo ao desenvolvimento agropecuário. Em parceria com os municípios, o PPR vai circular pela região, prestando serviços de segunda à sexta, das 10h às 16h. Cada unidade atua em um raio de 70 quilômetros em torno dos municípios-sede: Itapetininga, Itapeva e Avaré.

A Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional elaborou um plano de ação com base em um diagnóstico territorial paulista, que identifica as regiões prioritárias para uma gestão administrativa mais eficaz. Fundamentado no Índice Paulista de Responsabilidade Social (IPRS), da Fundação Seade, o estudo aponta como territórios prioritários para uma intervenção administrativa mais eficaz aquelas regiões que apresentam as maiores vulnerabilidades e disparidades regionais. São regiões cujos municípios apresentam , historicamente, os piores indicadores do IPRS – região Sudoeste, o Vale do Histórico e a Leste Mogiana.

O objetivo da ação é desenvolver alternativas rentáveis de produção, agregação de valor e de mudança tecnológica, de modo a incrementar a renda e a geração de emprego em cada região, via aumento de produtividade. O projeto de orientação ao produtor rural paulista vai ser realizado em parceria com municípios, cooperativas e associações rurais.

Os agricultores já usufruem dos serviços. É o caso do produtor Geraldo Zanela, que já pode adquirir orientação técnica.

– Preciso fazer análise de solo de uma área que vou plantar cana, e preciso ver o procedimento para conseguir essa análise. O que é melhor, qual o caminho correto? – questiona o produtor ao se dirigir à unidade.

O gestor do projeto, Valério Oliveira, ressalta alguns dos itens disponíveis:

– Informações sobre declaração de aptidão ao Pronaf, declaração de conformidade da atividade agropecuária, informação sobre crédito e seguro rural, acesso a uma série de linhas de crédito, além de cursos e capacitações no próprio município – ressalta o gestor do projeto, Valério Oliveira.

De acordo com a atendente Esthela de Almeida Santos, a maior procura é por informações do financiamento da Casa da Agricultura.

– Os produtores buscam bastante essa informação porque se trata de um procedimento mais complexo. Então, eles querem saber a respeito do projeto, como funciona, como conseguir financiamento. A gente dá a orientação de como fazer, de quanto ele vai precisar apresentar para Casa da Agricultura.

Desde abril, quando iniciou o atendimento, já foram realizados 37 mil atendimentos em 60 cidades. O objetivo é ampliar o programa para todo Estado de São Paulo. Dos dias 14 a 18 a outubro, o Poupatempo visitará as cidades de Jurumirim, Pratânia e Ribeirão Grande.

Serviço:


Consulte aqui todos os serviços disponibilizados pelo Poupatempo

Produtores interessados também podem entrar em contato com o PPR pelo telefone (11) 5067-1840, ou encaminhar e-mail para falecom@poupatemporural.agricultura.sp.gov.br.

Fonte: Rural Br 
 Autor: João Henrique Bosco

0 comentários

Postar um comentário