quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Janeiro a Julho 2013: Produção e preços elevam em 6,54% PIB da Agropecuária


O Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária cresceu 6,54% no acumulado de janeiro a julho de 2013, resultado do aumento da produção e da elevação de preços. Nas propriedades rurais, a agricultura cresceu 4,47% e a pecuária, 9,44% no mesmo período, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, da Universidade de São Paulo (Esalq/USP).

O PIB do setor agrícola recuou 0,32% em julho. Em termos acumulados, o PIB cresceu 1,82%. Na agricultura, o cenário mais favorável em termos de preços foi o registrado para a batata, o trigo e o tomate. O preço deste último produto recuou em julho, mas sem comprometer a expressiva alta registrada no ano. Também recuaram, no mês, as cotações da soja e do milho. As quedas favoreceram aos consumidores. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), desacelerou para 0,03% em julho, após atingir 0,26% em junho, pressionado pela variação negativa do grupo de gastos com alimentação.

A cadeia da pecuária manteve, no mês, o desempenho positivo observado desde janeiro, com crescimento de 1,20% em julho e de 6,91% no acumulado de 2013. As variações de preços justificam o desempenho registrado pela CNA/Cepea. Apesar de as cotações do suíno e do frango vivo estarem elevadas na comparação com o resultado dos sete primeiros meses de 2012, elas têm recuado ao longo de 2013. Para o frango, a tendência de queda foi revertida em julho, e o preço médio de comercialização em São Paulo atingiu patamar recorde para o mês.

O levantamento mostra que a produção de adubos e fertilizantes cresceu 1,48% no acumulado de 2013 até julho. O aumento é resultado da expectativa de antecipação das compras para a safra de verão 2013/2014 e para a segunda safra de milho. Os preços recuaram 6,39% no período, seguindo tendência do mercado externo, principalmente em relação à ureia.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109 1411/1419
www.canaldoprodutor.com.br

0 comentários

Postar um comentário