quarta-feira, 3 de julho de 2013

Governo federal lança Plano Safra para convivência com o Semiárido


O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, e a presidenta Dilma Rousseff anunciaram R$ 3 bilhões para os médios e grandes produtores rurais da região do semiárido brasileiro. A divulgação aconteceu nesta quinta-feira, 4 de julho, em Salvador (BA), durante o lançamento do Plano Safra Semiárido, que envolve ações também para a agricultura familiar.

“A grande novidade da proposta governamental para a safra 2013/14 na região é a redução dos juros”, destacou o ministro Antônio Andrade. No caso do médio produtor, as taxas anuais para os financiamentos de custeio serão de 4% e os de investimento, 2%. Já para o grande produtor, esses índices serão de 5% e de 3,5%, respectivamente. Pelo Plano Agrícola e Pecuário (PAP) lançado em junho deste ano, as taxas de juros variam entre 5,5% a 3,5%.

Em relação aos empréstimos de investimento, essas taxas reduzidas referem-se ao financiamento de infraestruturas produtivas adequadas à realidade da região. Por exemplo, para financiar barragens, sisternas e poços; recomposição de rebanhos (caprinos, ovinos e pecuária de leite); investimentos em culturas relevantes para a região (mandioca, feijão, fruticultura, etc) e sistemas produtivos que contemplem reserva de alimentos para animais.

De acordo com Antônio Andrade, os médios produtores do semiárido também serão beneficiados com R$ 10 milhões para assistência técnica e extensão rural. Outra medida favorável é a diminuição da alíquota do prêmio de 3% para 2% pelo Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro), que assegura operações de custeio de até R$ 300 mil. A diferença dessa modalidade é que ela isenta o produtor da dívida no caso de perdas de produção por adversidades climáticas.

Dentro do Plano Nacional de Armazenagem, R$ 110 milhões serão utilizados para a construção de quatro novos armazéns da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), nos estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Piauí, além da reforma de outras 19 unidades armazenadoras.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social
(61) 3218-3089/2203
Carlos Mota
carlos.mnascimento@agricultura.gov.br


0 comentários

Postar um comentário