quarta-feira, 24 de julho de 2013

Controle de ponto para uso exclusivo no setor agropecuário


O trabalho em campo aberto, seja numa lavoura agrícola ou na lida com o gado, dificulta alguns labores que para o trabalhador que executa suas funções num escritório passam despercebidas. O controle de ponto é bom exemplo.Visando facilitar a rotina de empregadores e trabalhadores rurais, a Dimep traz ao mercado duas soluções em relógio de ponto móvel, homologados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O equipamento funciona ligado à bateria do veículo, sem necessidade de carregamento elétrico. “Os equipamentos que realizam este trabalho muitas vezes precisam de determinada infraestrutura - como internet e energia elétrica - que inviabilizam a locomoção e, informações colhidas manualmente podem ser perdidas, danificadas ou ainda conter erros, já que dependem do cruzamento de dados feitos em locais e por meios diferentes”, explica Humberto Garcia Nunes, diretor técnico e comercial da Dimep.

O aparelho permite cadastrar até 2 mil funcionários e possui sistema de amortecimento de impactos, o que reduz a vibração e garante eficiência na comunicação com a base de gerenciamento, transmitida via GPRS - General Packet Radio Service, informa a assessoria da empresa.

O Miniprint Bus pode ser instalado dentro de veículos de transporte de trabalhadores, permitindo registrar horários de início e fim de jornadas por meio de identificação biométrica ou por código de barras.

Ele se adéqua ao cumprimento da portaria 1510 do MTE, que determina que empresas com mais de 10 funcionários, optantes pelo sistema eletrônico de ponto utilizem o REP (Registro Eletrônico de Ponto).

Empregadores que não querem limitar a instalação a um veículo podem optar pelo Miniprint Box, relógio de ponto que pode ser transportado a locais sem energia elétrica (sendo alimentado por bateria) e que também utiliza o GPRS para transmitir as informações coletadas.

Ambas as soluções emitem ticket impresso que garantem ao trabalhador o seu registro. Armazenados de forma correta, os ticket, têm durabilidade de até cinco anos.

Sobre a DIMEP

Fundada há mais de 76 anos, a DIMEP Sistemas evoluiu da fabricação de relógios de ponto para a condição de desenvolvedora de soluções tecnológicas altamente sofisticadas para os controles de ponto, acesso, parking e monitoramento. Em 1997, obteve certificação pela ISO 9001. A DIMEP é líder no mercado brasileiro e exporta para diversos países da América, Europa e África, além de manter filiais em Portugal, no México e nos Estados Unidos.

Fonte: Agro Olhar

0 comentários

Postar um comentário