quarta-feira, 22 de maio de 2013

Livro Embrapa sobre a produção do Antúrio


A Embrapa Agroindústria Tropical acaba de publicar o livro Antúrio. A publicação traz informações técnicas importantes para a produção de flor de corte, de maneira simples e economicamente viável. Conforme os editores, o objetivo da obra é contribuir para o aprimoramento desse importante agronegócio. Embora a produção de antúrio (Anthurium andraeanum Linden) no Brasil esteja, ainda, concentrada no Estado de São Paulo, outros polos têm se destacado no seu cultivo, em especial Pernambuco, Ceará, Bahia e Alagoas.

O Brasil possui grandes possibilidades de expansão da cultura, em virtude da existência de diversos microclimas regionais, intensa luminosidade, calor, temperaturas elevadas e estabilidade, o que torna a região propícia à produção e ao suprimento regular de antúrio. Entre as flores tropicais, o antúrio é a segunda mais vendida no mundo, depois das orquídeas. É uma espécie rústica e de fácil manuseio, sendo excelente opção de plantio para o pequeno produtor.

O antúrio se destaca na composição de arranjos florais em função da durabilidade, entre 25 e 30 dias em média, podendo durar até 45 dias; além disso, possui cores brilhantes, diferentes formatos e múltiplas possibilidades de combinação. Para manter a atividade sustentável do ponto de vista econômico, é importante que sejam adotadas técnicas recomendadas para cada região, com a utilização de material genético adequado, tendo em vista a produção de flores de alta qualidade e produtividade. O livro tem como editores técnicos os pesquisadores Ana Cecília Ribeiro de Castro (Embrapa Agroindústria Tropical), Daniel Terao (Embrapa Semiárido), Ana Cristina Portugal Pinto de Carvalho (Embrapa Agroindústria Tropical) e Vivian Loges (Universidade Federal Rural de Pernambuco).

Para adquirir o livro, acesse: http://vendasliv.sct.embrapa.br/liv4/consultaProduto.do?metodo=detalhar&codigoProduto=00052660

Verônica Freire (MTB 01225JP)
Embrapa Agroindústria Tropical
(85) 3391.7117
veronica.freire@embrapa.br

0 comentários

Postar um comentário