domingo, 3 de fevereiro de 2013

Região Sul: Agricultores terão o mês de fevereiro para contratar crédito emergencial


Agricultores da região Sul afetados pela seca terão até o dia 28 de fevereiro para acessar a linha de crédito emergencial no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A ampliação do prazo, que terminaria nesta quinta-feira, foi aprovada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), a pedido do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em função de solicitações de organizações dos agricultores familiares.

“Esperamos concluir essa fase da elaboração de projetos e aplicação dos R$ 700 milhões extras aprovados em janeiro para atender a demanda na região de crédito estruturante nos municípios que decretaram emergência”, afirma o secretário nacional da Agricultura Familiar (SAF/MDA), Valter Bianchini. Ele explica que a prorrogação ocorreu devido a alguns problemas de operacionalização dos projetos técnicos em função de alterações de um sistema de informatização do banco e em função de que muitos técnicos que podiam assessorar novos projetos estavam em férias.

A linha emergencial de crédito pode ser acessada por agricultores dos municípios que decretaram situação de emergência ou estado de calamidade pública entre 1° de dezembro de 2011 e 30 de abril de 2012. O valor total disponibilizado é de R$ 1,2 bilhão. Mais de R$ 651 milhões já foram contratados no Banco do Brasil, o que representa mais da metade dos recursos dotados.

O crédito emergencial para a região Sul financia projetos técnicos que recomendem um ou mais dos seguintes itens: reconstrução ou revitalização das unidades familiares de produção; práticas de uso, manejo e conservação de solo e de água; implantação de projetos de irrigação; formação e melhoria de pastagens; produção e conservação de forragem para alimentação animal; e outros investimentos.

O valor limite da linha é de R$ 10 mil por agricultor, com juro de 1% ao ano, prazo de pagamento de até dez anos e até três anos para início do pagamento.

Fonte: MDA

0 comentários

Postar um comentário