sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Alertas de Mercado: Café, Frango e Suíno



Café


As cotações do café robusta no físico brasileiro têm reagido expressivamente neste início de 2013, de acordo com dados do Cepea. Apesar de continuarem abaixo dos níveis do mesmo período de 2012, quando eram recordes, os preços vêm ganhando cada vez mais força, impulsionados pela demanda firme. A maior procura, considerando-se o robusta, é pelo tipo 7/8 bica corrida, que é destinado basicamente ao mercado interno. Para o exterior, a venda está limitada, sendo um dos motivos, justamente, o preço interno mais atrativo. Segundo pesquisadores do Cepea, a alta do robusta só não é maior pelo grande volume produzido na safra 2012/13. Entre 16 e 23 de janeiro, o Indicador CEPEA/ESALQ do robusta tipo 6 peneira 13 acima, a retirar no Espírito Santo, teve aumento de 2,47%, fechando nessa quarta-feira a R$ 275,56/saca de 60 kg. O tipo 7/8 finalizou a R$ 268,02/saca, alta de 2,09% no mesmo período – também a retirar no Espírito Santo. 

Frango

As cotações do pintainho de corte seguem registrando elevações consecutivas, de acordo com dados do Cepea. Neste mês, a valorização já é de 13%. Segundo agentes colaboradores do Cepea, os aumentos têm sido influenciados, em parte, pela menor produção. Além disso, alguns incubatórios informam ser tradicional reajustar os preços em janeiro, conforme o custo de produção. Levam em conta também que o preço do frango vivo está alto em relação ao começo de 2012. No segmento do frango vivo, após a desvalorização na primeira quinzena do mês, os preços se estabilizaram e, em algumas regiões, voltaram a registrar pequenos aumentos. Já no segmento atacadista da carne, de acordo com dados do Cepea, prevaleceram as baixas.

Suíno

Diferente do registrado em anos anteriores, o cenário em janeiro de 2013 está a favor dos suinocultores, segundo pesquisadores do Cepea. A elevada venda de animais (inclusive dos mais leves) no final do ano passado reduziu o volume de suínos prontos para abate agora em janeiro, impulsionando os preços do vivo no mercado brasileiro. Já as cotações dos insumos (milho e farelo de soja) têm recuado. Assim, segundo levantamentos do Cepea, o poder de compra do suinocultor vem aumentando em relação ao encerramento de 2012. 

Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

0 comentários

Postar um comentário