terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Alertas de Mercado: Açúcar , Etanol e Milho



Açúcar

As negociações de açúcar seguem calmas no mercado spot paulista, com demanda fraca e oferta também limitada, conforme indicam pesquisadores do Cepea. Ao contrário do usualmente observado no período, melhores oportunidades nos preços de vendas têm sido raras no mercado doméstico e não existem fundamentos que justifiquem grandes mudanças na tendência para as próximas semanas. Na segunda-feira, 17, o Indicador de Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ (mercado paulista), cor (ICUMSA) entre 130 a 180, fechou a R$ 48,60/saca de 50 kg, recuo de 0,47% entre 10 e 17 de dezembro. No acumulado deste mês, a variação está negativa em 1,72%.

Etanol

Os Indicadores CEPEA/ESALQ dos etanóis anidro e hidratado recuaram no mercado paulista, depois de seis semanas de altas consecutivas. O menor interesse comprador, visto que muitas distribuidoras estão relativamente abastecidas, pressionou as cotações na semana passada. Entre 10 e 14 de dezembro, o Indicador semanal CEPEA/ESALQ do anidro teve média de R$ 1,3426/litro (sem impostos), baixa de 0,79% se comparado ao do período anterior. O Indicador CEPEA/ESALQ do hidratado fechou a R$ 1,1306/litro, recuo de 0,91% na mesma comparação.

Milho

Os preços do milho voltaram a ceder no Brasil, pressionados pela queda das cotações internacionais e pelo aumento da oferta doméstica, segundo pesquisadores do Cepea. Apesar do bom ritmo das exportações (756,4 mil toneladas na primeira semana de dezembro), vendedores têm optado por liquidar alguns lotes com o objetivo de “fazer caixa” e também receosos de que as cotações iniciem movimento de baixa. O Indicador ESALQ/BM&FBovespa, que representa negócios no segmento de lotes na região de Campinas (SP), recuou 1,11% entre 10 e 17 de dezembro, fechando a R$ 34,81/saca nessa segunda-feira. Se considerada a taxa de desconto NPR na região de Campinas, o preço médio à vista foi de R$ 34,39/sc na segunda, queda de 1,46% no mesmo período. 

Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

0 comentários

Postar um comentário