sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

ABCZ: Número de animais registrados em 2012 bate recorde

                                                      Touro Varedo DC POI

Delegada do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para realizar o registro genealógico de bovinos das raças zebuínas em todo o Brasil, a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) encerra o ano de 2012 com um crescimento de 5% no número de animais registrados. Os mais de 720 mil registros das raças nelore, nelore mocho, brahman, tabapuã, guzerá, sindi, indubrasil, gir e gir mocha são o melhor resultado da história da ABCZ ao longo dos últimos 80 anos.

Destaque para o crescimento do número de registros de touros reprodutores PO (Puro de Origem), que vem crescendo ano a ano e chegou a 44.529 animais em 2012, um crescimento de aproximadamente 60% nos últimos seis anos. Este crescimento demonstra que os touros zebuínos registrados são cada vez mais valorizados pelo mercado pecuário. 


“Temos que agradecer aos criadores de zebu que reconhecem o valor do registro genealógico, demonstrando mais uma vez o quão importante é este certificado de origem e pureza para o processo de seleção e a melhoria da qualidade dos bovinos em nosso país. Este resultado positivo foi também alcançado graças ao empenho da equipe da ABCZ, em especial dos técnicos de campo. Esperamos que 2013 seja um ano de conquistas ainda maiores para a ABCZ e a pecuária brasileira”, destaca o presidente da ABCZ, Eduardo Biagi.

Além do crescimento do Serviço de Registro Genealógico das Raças Zebuínas, a ABCZ cumpriu várias metas importantes em cinco áreas estratégicas: o Melhoramento Genético, através da ampliação do PMGZ (Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos); a Democratização da Genética Zebuína junto aos pequenos produtores, através da continuidade do Pró-Genética (Programa de Melhoria da Qualidade Genética do Rebanho Bovino); a inclusão do tema Recuperação de Pastagens na agenda do pecuarista, através de ações e eventos como os dias de campo; o Treinamento e Capacitação de milhares de profissionais que atuam diretamente na pecuária, através da realização de vários cursos gratuitos e até mesmo através de um projeto pioneiro de Educação à Distância (o Agrocurso, em parceria com o Canal Rural e a FAZU); e um grande esforço de aproximação com os associados, através de dezenas de reuniões nos estados e participação em eventos, mas também via comunicação com a população em geral, com destaque para a participação da ABCZ na Rio +20.

Fonte: ABCZ

0 comentários

Postar um comentário