sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Inovação: Time Molecular pode ajudar a aumentar a produção de tomate


Um estudo conduzido pelo Laboratório Cold Spring Harbor, nos Estados Unidos, sugere que o “relógio de maturação” das plantas também pode influenciar no aumento da produção de frutas. De acordo com a pesquisa, esse mecanismo natural é responsável também pelo número de galhos da planta, nas quais aparecerão as flores que, um dia, se tornarão frutas.

Segundo o professor Zach Lippman, o coordenador do estudo, sua equipe descobriu que um atraso no relógio de maturação pode dar origem a ainda mais flores. Eles chegaram a essa conclusão depois de analisar e comparar as células-tronco de três variedades de tomate que possuem diferentes estruturas de galhos. “Nós queríamos descobrir os genes que causam a maturação nas plantas”, diz Lippman. “Assim, poderíamos ajustar o relógio para obter o nível desejado de ramificação”.

No Peru, uma variedade conhecida como “tomate selvagem”, que teve seu relógio de maturação modificado geneticamente, produziu duas vezes mais flores se comparado a outras variedades da fruta. Esse resultado abre caminho para que os cientistas possam aumentar a produção de outras frutas por meio da engenharia genética.

Fonte: Conselho sobre informações de Biotecnologia / Laboratório Cold Spring Harbor

0 comentários

Postar um comentário