quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informa que está mantido o conjunto de medidas de apoio aos suinocultores


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informa que está mantido o conjunto de medidas de apoio aos suinocultores anunciados recentemente ao setor, entre as quais a renegociação das dívidas de custeio e investimento contratadas por criadores não integrados; a definição do preço mínimo para suínos vivos em R$ 2,30 por Kg, nas regiões Sul e Sudeste, e de R$ 2,15, no Centro-Oeste; a subvenção de R$ 0,40 por kg de carne suína e a criação de uma Linha Especial de Crédito (LEC) para a aquisição de leitões com taxa de 5,5% ao ano, com valor inicial de R$ 200 milhões. 


Além disso, também está prevista a ampliação do limite da linha de crédito para retenção de matrizes por produtores independentes de R$ 1,2 milhão por produtor para R$ 2 milhões, até 30 de dezembro deste ano.

Essas medidas já foram encaminhadas ao Conselho Monetário Nacional (CMN) na semana passada para apreciação. Pela agenda extensa da reunião, não foi possível que a votação ocorresse na data prevista, quinta-feira, dia 26 de julho. O ministério reitera que as instituições financeiras públicas e privadas foram comunicadas das decisões acordadas, exaustivamente, entre Governo e Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS). O preço de comercialização do produto já vem reagindo, em algumas regiões, em média 20%, desde que as medidas foram anunciadas pelo ministro Mendes Ribeiro Filho.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social
(61) 3218-2203
imprensa@agricultura.gov.br

0 comentários

Postar um comentário