quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Frigoríficos serão liberados Exportar para China



Em reunião em Pequim (China) na terça-feira, 28 de setembro, o secretário de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura (Mapa), Célio Porto, afirmou que sete frigoríficos (dois de suínos e cinco de aves) deverão ser liberados para exportações para aquele país. O encontro foi com representantes da Administração Geral de Qualidade, Inspeção e Quarentena (AQSIQ, em inglês).
A liberação dos frigoríficos depende apenas de uma carta da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) do Mapa, comprovando que foram feitos os ajustes apontados pelas missões chinesas. A liberação deverá ocorrer dentro de 30 dias. Com isso, o Brasil passará a ter cinco plantas de suínos e 30 de aves autorizadas a exportar para a China. Em relação a bovinos, nove frigoríficos estão aguardam visita das autoridades chinesas para serem credenciados. O secretário disse que o Brasil já enviou os documentos exigidos há um ano e as autoridades chinesas se posicionarão em breve.
O protocolo de exportação de milho para a China também fez parte da pauta. O Brasil pretende se tornar um grande exportador do cereal para o país asiático, assim como já acontece com a soja, e solicitou autorização para isso. Os chineses fizeram a análise de risco para identificar possíveis pragas que não existem lá e o Brasil precisará apresentar um certificado sanitário com as medidas de mitigação que serão realizadas antes do embarque. Conforme Porto, já foi apresentada uma contraproposta e dentro de 30 dias deveremos ter uma resposta positiva das autoridades chinesas.
Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
(61) 3218-2203
imprensa@agricultura.gov.br

0 comentários

Postar um comentário