terça-feira, 7 de agosto de 2012

Embrapa: Árvore do Conhecimento sobre coco


O coqueiro é uma das culturas mais tradicionais e importantes do litoral brasileiro, tendo os estados do Nordeste e o Pará entre os mais expressivos produtores no País. O gêneroCocos é constituído pela espécie Cocos nucifera L., composta pelas variedades Typica, também chamada de Gigante, e Nana, conhecida como Anã. 

Do coqueiro gigante se tira o coco seco, matéria-prima essencial para a indústria de alimentos e fibras, e o anão produz a saborosa e refrescante água de coco, apreciada no mundo inteiro. Os híbridos de coqueiro mais utilizados são resultantes dos cruzamentos entre essas variedades.

Para agregar ainda mais conhecimentos sobre a cultura do coco junto a extensionistas, produtores rurais, estudantes e outros interessados, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, acaba de lançar, na Agência de Informação Embrapa, a nova Árvore do Conhecimento (AC) Coco.

A Árvore do Conhecimento Coco reúne as principais informações sobre o coqueiro, abrangendo as fases de pré-produção, produção e pós-produção, além do acesso a publicações, trabalhos técnicos e de apoio na íntegra (artigos, livros, arquivos de imagem e som, planilhas eletrônicas etc.). As informações podem ser obtidas pela navegação numa estrutura ramificada em forma de árvore hiperbólica, por hipertexto ou pelo serviço de busca.

Trabalharam na produção e organização dos dados e informações cerca de 30 pesquisadores e analistas da Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju-SE) – Unidade da Embrapa que desde 1975 reúne cientistas especializados e desenvolve estudos sobre a cultura – e das Unidades Embrapa Cocais (São Luís-MA), Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza-CE). A publicação tem como editor técnico o pesquisador Leandro Diniz, da Embrapa Tabuleiros Costeiros.

Parceiros externos, como a Sococo Agroindústria da Amazônia e a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), também contribuíram para o resultado do trabalho.

Coqueiro

O coqueiro é considerado uma das árvores mais importantes do mundo, e sua exploração gera empregos e renda em mais de 86 países, onde seus frutos podem ser consumidos in natura ou industrializados na forma de mais de 100 produtos e subprodutos, além da raiz, estipe, inflorescência, folhas e casca, que geram diversos subprodutos e derivados de grande interesse econômico. A espécie de palmeira também é utilizada como planta paisagística para embelezar praças, canteiros públicos, chácaras e fazendas.

A faixa litorânea do Nordeste e o Norte, segundo dados doIBGE, respondem por cerca de 70% da produção nacional de coco, devido às vantagens do clima tropical úmido. A Bahia lidera a produção, seguida por Sergipe e Ceará, que juntos respondem por mais de 50% do coco produzido no Brasil. Rio de Janeiro, Espírito Santo e Pará têm despontado nas últimas décadas, atingindo os melhores índices de produtividade.

Recursos genéticos

A Embrapa Tabuleiros Costeiros possui o maior Banco Ativo de Germoplasma (BAG) de coqueiro do Brasil. A prospecção e coleta de germoplasma (material genético de uso imediato ou com potencial de uso futuro) das populações naturalizadas de coqueiro gigante tiveram inicio na década de 80 e já foram coletadas cerca de dez populações na costa nordestina.

A Unidade procura enriquecer seu banco de germoplasma com novas cultivares de coqueiros com o objetivo de aumentar a produtividade e melhorar a qualidade da água e polpa. Atividades desenvolvidas na área de recursos genéticos, realizadas por meio da introdução, coleta de populações naturalizadas, caracterização morfológica e molecular e avaliação agronômica são relevantes, pois, além de fornecer informações para o cultivo, disponibiliza novas fontes de genes e preserva os acessos para gerações futuras.

Trabalhos coordenados por pesquisadores da Unidade em parceria com a Rede Internacional de Recursos Genéticos de Coco (Cogent), coordernado pelo Bioversity Internacional, têm foco no fortalecimento do Banco Internacional de Coco para a América Latina e Caribe (ICG-LAC), instalado na Reserva do Caju, campo experimental da Unidade em Itaporanga D´Ajuda, litoral Sul de Sergipe.


Saulo Coelho – jornalista (MTb/SE 1065)
Embrapa Tabuleiros Costeiros
cpatc.comunica@embrapa.br
Tel.: (79) 4009-1381

0 comentários

Postar um comentário