terça-feira, 24 de julho de 2012

IMA realiza curso para capacitar engenheiros agrônomos e florestais


O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) promove nos dias 6 a 10 de agosto, em Pirapora, o curso de capacitação voltado para engenheiros agrônomos e florestais interessados na habilitação para emissão de Certificado Fitossanitário de Origem (CFO) e Certificado Fitossanitário de Origem Consolidado (CFOC). O objetivo é qualificar os profissionais para atuarem nas propriedades rurais e nas unidades de consolidação, certificando os produtos hospedeiros de pragas regulamentadas. A capacitação está em sua 74ª edição e atualmente, o Estado conta com 1.032 engenheiros habilitados para emissão desses documentos.
Os profissionais irão certificar produtos como: banana, café (mudas), citros, uva, tomate, pinus, batata - semente e hospedeiros da mosca negra do citros (são 32 hospedeiros descritos na portaria 936/2008). Essas ações estão previstas na Instrução Normativa (55/2007) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
Para o diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, o curso incentiva e qualifica os profissionais, sejam eles autônomos ou os que já atuam em instituições do ramo. “Colabora para que o sistema de defesa vegetal mineiro esteja cada vez mais assistido e equipado de profissionais altamente qualificados e atualizados em relação aos trabalhos de vigilância e controle de pragas”, comenta.
Altino Rodrigues comenta ainda, que o controle do trânsito de vegetais realizado pelo IMA em todo o Estado diminui significativamente a incidência das pragas que causam prejuízos econômicos ao produtor rural e ao sistema produtivo como um todo. “A certificação e a fiscalização no trânsito fazem parte de nossa rotina de trabalho e visam não só a proteção contra pragas, mas à manutenção da qualidade dos produtos ofertados aos consumidores”, acrescenta. 
A programação do curso conta com temas relacionados à “Importância da Defesa Sanitária Vegetal em Relação ao Comércio Internacional de Vegetais”, “Pragas Quarentenárias”, “Pragas Não Quarentenárias Regulamentadas e Pragas Específicas”, além de noções sobre "Áreas Livres de Pragas". Além disso, tratará sobre “Normas e Procedimentos da Certificação Fitossanitária no comércio de material Vegetal” e preenchimento do CFO e CFOC de acordo com a legislação vigente.
O Certificado Fitossanitário de Origem (CFO) e o Certificado Fitossanitário de Origem Consolidado (CFOC) são documentos oficiais que comprovam a condição fitossanitária da origem de um produto agrícola ou de suas partes, com o objetivo de prevenir a disseminação de pragas dentro do estado.
Inscrições
O interessado deve acessar o site do IMA (www.ima.mg.gov.br) para efetuar a inscrição até o dia 1º de agosto. Para este curso, são oferecidas 40 vagas e o valor da inscrição é de R$ 232,91.
A realização desta capacitação tem o apoio do Ministério da Agricultura, através da Superintendência Federal da Agricultura em Minas Gerais (SFA), Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus), Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais (CREA/MG), Coordenadoria Regional do IMA em Curvelo, Escritório Seccional em Pirapora e centro de Convenções Tecnológicas de Pirapora.
Fonte: Agência Minas

0 comentários

Postar um comentário