quinta-feira, 24 de maio de 2012

IAC e ANDEF abrem pré-inscrição para o primeiro MBA em Fitossanidade do País




O Instituto Agronômico (IAC), de Campinas, é referência no Brasil devido aos seus 125 anos de pesquisa agrícola ininterrupta e o seu pioneirismo reflete em suas pesquisas e ações. Em 15 de maio, o IAC em parceria com a Associação Nacional de Defesa Vegetal (ANDEF), inicia a pré-inscrição para o MBA em Fitossanidade.

O curso é o primeiro no País voltado para o tema e direcionado para profissionais da área. A pré-inscrição pode ser realizada pelo site: http://www.eadiac.com.br/pre-inscricao-form.php  durante o período de 15 de maio a 25 de junho. Para o diretor-geral do IAC, Hamilton Humberto Ramos, mais uma vez o IAC inova em suas ações.

O objetivo do curso é de reunir conhecimentos sobre fitossanidade, segurança na agricultura, gestão de pessoas, comunicação com abordagem teórica e prática, além de agregar conhecimentos práticos de engenheiros agrônomos, engenheiros florestais, biólogos e profissionais de nível superior na área de fitossanidade com o conhecimento em administração. A coordenadora da Pós-Graduação IAC, Adriana Parada Dias da Silveira, acredita que o MBA será muito procurado, pois vai fechar uma lacuna.

“Os engenheiros agrônomos tem poucas oportunidades de adquirir conhecimento em administração e sua formação é mais voltada para a parte prática. Mesclar o conhecimento prático e o de gestão vai suprir uma exigência do mercado”, diz a coordenadora da Pós-Graduação IAC, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

O MBA terá a duração de um ano e meio, sendo distribuído em 14 módulos, com carga horária total de 560 horas, sendo ministrado por profissionais extremamente qualificados em suas respectivas disciplinas.O conteúdo será transmitido a distância, e após cinco módulos haverá uma semana de aula presencial e avaliação do conteúdo, na Sede do IAC.

A seleção do corpo discente será por meio de análise de currículo. O total de vagas abertas é de 50 e a divulgação dos nomes dos alunos selecionados será realizada, em 2 de julho. A previsão para o início das aulas está programada para 1.º de agosto.

O custo do investimento é de dezoito parcelas no valor de R$500,00, mais a taxa de matrícula de R$100,00. Pagamentos à vista, ou empresas com 3 alunos matriculados receberão o desconto de 5%.

Os interessados deverão preencher a ficha de pré-inscrição no site: http://www.eadiac.com.br/pre-inscricao-form.php  e escrever uma carta informando as razões que o levaram a procurar o curso e os objetivos que pretende atingir com o MBA em Fitossanidade.

O candidato que possuir vínculo empregatício deverá apresentar Carta de Concordância da empresa para a realização do curso e a liberação para as aulas presenciais. No caso de não concordância da empresa ou instituição, a responsabilidade de cumprimento das exigências do curso será do candidato. O valor da inscrição é de R$30,00, sem direito a reembolso no caso de não ser selecionado.

Parceria IAC e ANDEF

O Instituto Agronômico (IAC), de Campinas, e a Associação Nacional de Defesa Vegetal (ANDEF), possuem longo histórico de parcerias inovadoras. Desta vez, as duas instituições vão unir seus conhecimentos em prol da educação. O IAC possui curso de Pós-Graduação, desde 1999, sendo referendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

A ANDEF dispõe de trabalhos voltados para a educação, dedicando-se a planejar, organizar, inovar, desenvolver novas formas de educar, além de levar a responsabilidade socioambiental e as boas práticas agrícolas aos campos brasileiros.

De acordo com o gerente de educação da ANDEF, José Annes Marinho, o principal objetivo da Associação em relação ao MBA é de levar conhecimento de qualidade aos profissionais ligados ao setor agrícola do País, e também criar um senso crítico em relação aos processos ligados a gestão, marketing, comunicação e técnicas agronômicas buscando melhorar a competitividade nos campos brasileiros.Para a ANDEF, a importância do curso é a busca em agregar conhecimento e unir áreas distantes da área de fitossanidade como o marketing.

Essa mescla de conhecimentos de campo, técnico-científico, gestão, marketing possibilitam aos profissionais a aquisição de melhores resultados em suas profissões.

“Temos deficiência de cursos em assuntos relacionados à fitossanidade no Brasil; acreditamos que o fato inovador foi fazer a ligação entre a parte econômica-marketing, gestão de pessoas e aspectos técnicos e toxicológicos relacionados a diversas áreas da fitossanidade, sem estas áreas teríamos perdas na ordem de 40% na produção agrícola no Brasil. Queremos trazer novas informações aos profissionais participante do curso”, diz Marinho.

Mais Informações:
Site:
http://www.eadiac.com.br/pre-inscricao-form.php
Telefone: (19) 2137-0601


Fonte: IAC  Autora: Mônica Galdino

0 comentários

Postar um comentário