quarta-feira, 4 de abril de 2012

Embrapa inaugura novo complexo de laboratórios na Área de Tecnologia de Sementes e Grãos


A Embrapa Soja realiza na  quinta-feira (5) , a partir das 11h30, a solenidade de abertura do novo complexo de laboratórios do Núcleo Tecnológico de Sementes e Grãos Dr. Nilton Pereira da Costa, em Londrina, PR. A solenidade contará com a presença do Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, do Diretor-presidente da Embrapa, Pedro Arraes, e de diversas autoridades.

Os laboratórios irão atender pesquisas na área de Tecnologia de Sementes e Grãos, além de ter estrutura específica para a realização de treinamentos. “A qualidade da semente de soja comercializada no Brasil é um desafio permanente, que requer constante investimento em pesquisa e inovação. Hoje, o Brasil é considerado um dos países líderes em tecnologia para produção de sementes em região tropical. Nosso processo de controle de qualidade é considerado um dos melhores do mundo”, destaca Alexandre Cattelan, Chefe Geral da Embrapa Soja.

De acordo com o pesquisador José de Barros França Neto, o uso de semente de alta qualidade é a base para a alta produtividade da lavoura. “Muito do sucesso da agricultura tropical está baseado na alta qualidade das sementes de soja que são utilizadas.”

A Embrapa Soja é pioneira no desenvolvimento de tecnologias para controle de qualidade de sementes de soja. De seus laboratórios saíram importantes resultados de pesquisas que hoje são amplamente adotados pela cadeia produtiva, como o tratamento de sementes de soja, os testes de tetrazólio e de vigor e o DIACOM – Diagnóstico Completo da Qualidade da Semente de Soja, uma metodologia que combina testes de qualidade fisiológica e sanitária, que permitem conhecer, em laboratório, os problemas que comprometem o desempenho fisiológico da semente no campo.

Além disso, nos últimos anos, a Embrapa Soja vem atuando intensivamente no Manejo Integrado de Pragas de Sementes e Grãos Armazenados.

Mais de 2.530 técnicos já foram treinados, nas técnicas do teste de tetrazólio, de patologia, determinação de vigor em sementes de soja e em manejo integrado de pragas de grãos e sementes. O novo complexo de laboratórios tem 700m2 de área construída e abriga quatro laboratórios: Laboratório de Química e Biologia Molecular de Sementes; Laboratório de Pós-colheita de Sementes e Grãos: Laboratório de Patologia de Sementes; Laboratório de Fisiologia e Tecnologia de Sementes.


Carina Rufino (MTB 3914-PR)
imprensa@cnpso.embrapa.br  
(43) 3371-6078

0 comentários

Postar um comentário