segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Brasil divulgará selo de boas Práticas Agropecuárias em feira


A FruitLogística - Feira Internacional para o Mercado de Frutas e Verduras, que reúne os maiores importadores, distribuidores e indústrias do segmento frutícola de diversos países, se realizará entre os dias 8 e 10 de fevereiro, em Berlim, na Alemanha. O coordenador de Produção Integrada da Cadeia Agrícola, da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo, Sidney Almeida Filgueira de Medeiros, representará o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).

A participação do Ministério da Agricultura na FruitLogistica proporcionará a divulgação da Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) e seus atributos de rastreabilidade e segurança dos alimentos para 21 missões oficiais presentes no evento. Para Medeiros, será possível encontrar, em um só lugar, dezenas de representações oficiais de países importadores de produtos brasileiros, e nações concorrentes do Brasil na comercialização de frutas e hortaliças.

“Consideramos esse ambiente ideal para a realização de duas ações do governo federal, a divulgação da PI Brasil no exterior e o mapeamento dos protocolos de qualidade que vigoram em outros países”, explica o coordenador. Além disso, será uma oportunidade de intercâmbio de informações sobre a certificação oficial em boas práticas agropecuárias que os países estão adotando.

A FruitLogisitica é uma das maiores feiras de frutas e hortaliças do mundo e na sua última edição contou com a participação de 54 mil visitantes e 2.400 expositores de 84 países, desde pequenas empresas, organizações de comércio multinacionais até delegações nacionais.

Neste ano, estarão presentes 21 representações governamentais, incluindo países com importância para as relações comerciais do agronegócio brasileiro, como Chile, Colômbia, Argentina, Peru, Equador, China, Estados Unidos e países da Comunidade Europeia.

Saiba Mais

A Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) é um sistema baseado na sustentabilidade ambiental, segurança alimentar, viabilidade econômica e rastreabilidade de todas as etapas produtivas. O programa, iniciado em 2001, prevê a inserção de tecnologias que propiciem a certificação e elevem a competitividade dos produtos. Além disso, diminui o emprego de inseticidas e fungicidas, reduz os custos de produção e o uso de fertilizantes.


A adesão à iniciativa é voluntária, porém, o produtor que optar pelo sistema terá de cumprir rigorosamente as orientações estabelecidas. O Ministério da Agricultura é responsável pela publicação das normas, enquanto as certificadoras acreditadas pelo Inmetro fazem as auditorias e emitem o selo do programa.

Para acompanhar a programação da feira, acesse: http://www.fruitlogistica.de/en

Mais informações para a imprensa:Assessoria de Comunicação Social
(61) 3218-3086 / 2203
Inez De Podestà

inez.podesta@agricultura.gov.br

0 comentários

Postar um comentário