quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Rede de Agricultura de precisão apresenta equipamentos para uso no campo

 
No penúltimo dia da segunda Convenção da Rede de Agricultura de Precisão serão apresentados equipamentos de uso compartilhado pelos integrantes da rede e realizados treinamentos com três ferramentas que permitem a coleta de dados de culturas em campo, a recuperação e armazenamento das informações.

Desde segunda-feira(21), cerca de 60 pesquisadores estão apresentando resultados das pesquisas desenvolvidas com agricultura de precisão, discutindo os desafios e as perspectivas da área, na Embrapa Instrumentação, em São Carlos (SP). A convenção termina nesta sexta-feira (25/11). As demonstrações serão realizadas amanhã, na Fazenda Canchim, na Embrapa Pecuária Sudeste, também em São Carlos, das 9 às 10h45.

Uma das ferramentas que serão demonstradas é um sensor remoto de cultura (Crop Circle), que permite visualizar a cor da planta. Muitas vezes é possível saber se uma planta está ou não estressada pela cor. Com essas leituras são elaborados mapas para identificar áreas com stress, como deficiências nutricionais e incidências de danos de pragas e doenças em diversos estágios vegetativos das culturas. Esses sensores ainda apresentam a possibilidade de interação com implementos para a aplicação de fertilizantes em taxa variada, corrigindo as deficiências em tempo real.

Os participantes da convenção ainda terão a oportunidade de conhecer e presenciar o funcionamento em tempo real do sistema GeoFielder –Net, um software para  captura de imagens em propriedades rurais. Esse software pode ser instalado em aeronaves ou máquinas agrícolas. Entre as aplicações estão a demarcação da propriedade, coleta de amostras georreferenciadas, aquisição de imagens, inspeção e controle de operações. O sistema está sendo utilizado nos processos de inspeção de pomares de citrus do Grupo Fischer, em Araraquara (SP).

O pesquisador Lúcio André de Castro Jorge, responsável pelo desenvolvimento do software, observa que o uso de tecnologia móvel em substituição ao processo manual de inspeção exige treinamento e familiarização do usuário da ferramenta, para que ele possa executar a coleta de informações em campo de forma mais rápida e padronizada.  Por outro lado, a precisão e integridade da informação foram mais satisfatórias com a utilização da tecnologia móvel.

Lúcio Jorge lembra que, atualmente, o desenvolvimento de softwares para computadores de mão utilizados na aquisição de dados e também no controle de sistemas tem sido muito estudado porque são ferramentas com considerável capacidade computacional, portátil e de baixo custo.

Além do Crop Circle e do GeoFielder –Net também será apresentado o banco de dados para  armazenar e recuperar as informações de pesquisas contempladas pela Rede de Agricultura de Precisão. O aplicativo está sendo desenvolvido pela Embrapa Informática Agropecuária, em Campinas (SP), com o emprego da tecnologia da informação, sendo a primeira ferramenta disponibilizada para os usuários da rede. O banco de dados já registrou os resultados de dois experimentos, um realizado em 17 hectares de cana-de-açúcar, na Fazenda Aparecida, em Mogi-Mirim (SP), e um em Cristalina (GO), com algodão, soja e milho, na Fazenda Pamplona do Grupo SLC.

O analista Eduardo Antonio Speranza disse que o sistema é desenvolvido baseado em software livre e é um avanço, porque permite aos usuários realizarem a catalogação dos metadados (definido como dados que descrevem os dados, ou seja, são informações úteis para identificar, localizar, compreender e gerenciar os dados), referentes aos dados georreferenciados  produzidos pela rede, a partir de um padrão pré-definido.


Joana Silva (MTb 19554)
Embrapa Instrumentação
16 21072901

0 comentários

Postar um comentário