terça-feira, 1 de novembro de 2011

Prazo para redução do valor de financiamentos de máquinas e equipamentos usados é adiado


Foi adiada para 1° de janeiro de 2012 a entrada em vigor as medidas da Resolução 4.013, de 29 de setembro, e a redução do valor de financiamentos de máquinas e equipamentos usados. A mudança ocorreu por decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) após pedido do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) ao Ministério da Fazenda.

Isso significa que a resolução que determina a nacionalização da linha de investimento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) passa a valer apenas em 2012 e os segmentos envolvidos terão os meses de novembro e dezembro para se adaptarem à medida, especialmente ao índice de nacionalização que segue os critérios do Finame/BNDES.

A mudança se deve à demanda de agricultores e agentes financeiros que pediram prazo para se adaptarem às novas medidas. Operações em andamento seriam interrompidas para se enquadrarem às novas exigências. A alteração também dará um prazo maior para que as pequenas e médias indústrias que ainda não têm seus produtos finamizados (de acordo com os critérios da Finame/BNDES) possam fazê-lo. Assim, o prazo de adaptação vai possibilitar a execução de muitos projetos de investimento de agricultores, que estavam em etapas de contratação.

O CMN estabeleceu ainda que, para as operações do Mais Alimentos, continuam valendo os índices de nacionalização exigidos nos financiamentos de máquinas e equipamentos novos e usados. Na última semana de setembro, o CMN decidiu que a linha de investimento do Pronaf só poderia financiar a aquisição de máquinas e equipamentos que atendessem aos índices mínimos de nacionalização.



Fonte: DCI

0 comentários

Postar um comentário