terça-feira, 27 de setembro de 2011

Fosfatos naturais reduzem custos na lavoura



Um dos custos fixos que o produtor tem ao fazer a lavoura, a adubação para corrigir o nível de fósforo no solo, pode ser reduzido em até 30%. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura e do Abastecimento, vai demonstrar essa possibilidade durante a Expovárzea 2001, que acontecerá de 5 a 7 de abril na Estação Experimental de Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado (Pelotas/RS). Experimentos nos quais foram utilizados fosfatos naturais (rochas moídas que não passam por processos químicos) comprovam economia e menor impacto ambiental às áreas de várzeas.

O pesquisador Algenor da Silva Gomes diz que o uso de fosfatos naturais em vez dos solúveis (aqueles que passam por um processo de acidificação ou ataque com ácido sulfúrico) já são uma forte tendência, especialmente em solos de várzea cultivados com arroz irrigado. No item custos, a tonelada dos solúveis custa R$ 430, enquanto a dos naturais R$ 220.

Até 1970 os fosfatos naturais tinham problemas relacionados à aplicação porque eram em pó e acabavam entupindo as máquinas semeadoras e adubadoras. Devido a essas restrições produtos desse tipo estiveram fora do mercado por mais de 10 anos. Atualmente o produto apresenta-se "farelado", o que facilita a aplicação.

Na Embrapa o uso de fosfatos naturais vem sendo testado em lavouras de arroz irrigado e também na rotação de culturas, especialmente soja, milho e sorgo. Produtores e técnicos poderão conferir as vantagens e o manejo deste produto na Expovárzea 2001, de 5 a 7 de abril, na Estação Experimental Terras Baixas.

Entenda melhor as diferenças e características:
Fosfato natural
- Extraídos das rochas apatídicas
- Moídos
- Não passam por processos químicos (lavagens com ácido sulfúrico)
- Baixa solubilidade
- Lenta adsorção (retenção) pelo solo

Fosfatos solúveis
- Extraídos das rochas apatídicas
- Lavados com ácido sulfúrico
- Passam por processos químicos
- Alta solubilidade
- Rápida adsorção pelo solo

Jornalista: Deva Rodrigues (MTB/RS 5297)
Embrapa Clima Temperado
Telefone: (53) 275-8113
Fax: (53) 275-8219
E-mail:
sac@cpact.embrapa.br

0 comentários

Postar um comentário