terça-feira, 27 de setembro de 2011

Convênio reforça defesa agropecuária em Minas Gerais


As ações do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) receberam um importante reforço nesta sexta-feira (23). É que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), liberou, através da Superintendência Federal de Agricultura de Minas Gerais, um recurso na ordem de R$8.224.366,00 referente a dois convênios assinados com o órgão. O objetivo destes convênios é fortalecer os sistemas de vigilância sanitária animal e vegetal.

Essas ações têm reflexo sobre todos os municípios mineiros, garantem a condição sanitária dos rebanhos e das lavouras, além do acesso das cadeias pecuárias e da agricultura aos mercados. O valor citado é o recurso para ser utilizado no ano de 2011, com a com a compra de veículos, computadores, capacitação dos servidores, custeio das ações de fiscalização, dentre outras atividades.

Os convênios são plurianuais, com duração de cinco anos, ou seja, de 2011 a 2015. Além disso, prevêem metas obrigatórias, estabelecidas pelo MAPA.

O diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, ressaltou a importância da parceria do Instituto com a Superintendência Federal de Agricultura de Minas. “A defesa agropecuária mineira possui grande importância e reconhecimento no cenário nacional. Prova disso, são os convênios firmados, que não deixam a defesa sanitária mineira desassistida”, informa.

O primeiro convênio de R$23.385.166,32 mais a contrapartida do IMA de R$6.271.217,68 será para a manutenção do sistema unificado de atenção à sanidade animal, visando à prevenção, o controle e a erradicação de doenças animais. Serão combatidas enfermidades como febre aftosa, peste suína clássica, brucelose e tuberculose, influenza aviária e raiva dos herbívoros, entre outras
.
Já o segundo, no valor de R$6.293.999,00 mais R$2.188.725,00 de contrapartida do Instituto será destinado para estruturar e manter o sistema unificado de atenção à sanidade vegetal para a prevenção e controle de pragas, tendo em vista a vigilância e fiscalização do trânsito interestadual de vegetais.

Para o diretor-geral do IMA a formalização desse convênio representa um esforço especial do MAPA em relação a Minas Gerais. “É muito difícil conseguir um convênio com esse valor, mas o superintendente Federal de Agricultura de Minas Gerais, Antônio do Vale, foi sensível à necessidade de equipar a defesa agropecuária no estado. Esses recursos também darão sequência ao fortalecimento da sanidade animal e vegetal em Minas”.


Fonte:IMA

0 comentários

Postar um comentário