quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Livro traz relatos de experiências com sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta


A Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf) está lançando o livro “Integração lavoura-pecuária-floresta: alguns exemplos no Brasil Central”, organizado por Rogério Peres Soratto, Ciro Antonio Rosolem e Carlos Alexandre Costa Crusciol, professores do Departamento de Produção Vegetal da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp, câmpus de Botucatu.

O livro resulta da Expedição Integração Lavoura-Pecuária e Sistema de Plantio Direto que, em 2009, levou um grupo de 40 alunos da FCA para visitar propriedades rurais, localizadas nos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, que adotam os sistemas de integração lavoura-pecuária e plantio direto ou integração lavoura-pecuária-floresta. Em sete dias, o grupo percorreu 3800 quilômetros na região Centro-Oeste, visitando sete fazendas e duas estações experimentais.

Desde sua concepção, a Expedição teve como meta gerar conhecimento sobre os sistemas integrados e identificar problemas ainda não solucionados pela pesquisa acadêmica ou pela prática dos produtores.

Antes da publicação do livro, que contém estudos sobre todas as propriedades visitadas, os alunos e docentes que participaram da Expedição debateram os acertos e as dificuldades que encontraram, em dois dias de seminários na Faculdade de Ciências Agronômicas.

Durante a Expedição, foram identificadas algumas condições positivas dos sistemas integrados lavoura-pecuária, como a utilização de uma variedade maior de espécies cultivadas e também alguns entraves, como a dependência do uso de adubo nitrogenado para o sucesso da produção, encarecendo o sistema.

Apesar de todas as propriedades visitadas utilizarem algum tipo de sistema de integração lavoura pecuária ou de plantio direto, elas apresentam diferenças na forma de manejo. O livro aborda todas as especificidades. “É um relato muito prático do cotidiano dessas propriedades, com suas vantagens, desvantagens e aspectos que podem ser melhorados”, afirma o professor Rogério Peres Soratto.

Após a Expedição, ao avaliar seus resultados, o professor Ciro Rosolem afirmou “Aprendemos muito e tivemos uma boa idéia do que está acontecendo em termos de produção agrícola no Centro-Oeste do país. Trabalhamos com sistemas agrícolas integrados há mais de dez anos. Nesse contato com os produtores percebemos que estamos respondendo a demandas que, de fato, existem e ficamos a par de outras questões que podemos atender”.

A participação dos alunos também foi elogiada pelo professor Rosolem. “Do ponto de vista da formação foi um ganho extraordinário para quem participou. É uma atividade custosa e complexa, mas com um grande retorno em termos de conhecimento”.

Agora esse conhecimento está à disposição de estudantes de graduação, pós-graduação, pesquisadores, técnicos agrícolas e demais interessados.

O livro custa R$20,00 e pode ser adquirido através pode ser adquirido diretamente na sede da Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf) na Fazenda Experimental Lageado, em Botucatu, ou através do e-mail publicacao@fepaf.org.br .



Fonte: Fepaf  

0 comentários

Postar um comentário