quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

CARACTERÍSTICAS CONTEMPLADAS NO SUMÁRIO ABCZ/EMBRAPA



PM-EM: o efeito materno: expressa em Kg, refere-se a média da performance da futura progênie das filhas de determinado touro em relação a médias das progênies das filhas de todos os touros avaliados na característica aos 120 dias de idade dos bezerros.  O efeito materno em relação ao peso aos 120 dias de vida da cria é somente ambiental, ou seja, indica o ambiente que a mãe proporciona ao filho para que este demonstre seu potencial genético. Por mais que o animal ainda seja jovem e portanto, não tenha nenhum filho e muito menos netos, é possível fazer uma previsão através do desempenho de seus parentes ( pais, irmãos, meio-irmãos, tios e primos ).

PD-ED: efeito direto sobre o peso a desmama : expressa em Kg indica o desempenho médio da performance dos filhos de um reprodutor em relação a média das progênies dos outros reprodutores avaliados na idade de 240 dias.

TMM e TMD: total materno aos 120 dias e total materno aos 240 dias. Eventualmente pode ocorrer que um animal tenha um efeito materno negativo (suas filhas proporcionem um ambiente inadequado para o bezerro aos 120 dias ou à desmama ) , porém tenha um TMM e TMD – total materno positivo. Isto indica que houve uma compensação pelo efeito direto, ou seja, a capacidade de ganho em peso aos 120 dias ou na desmama, que foi transferido do touro a seus netos, superou o efeito materno inadequado. O inverso também é verdadeiro. Esta DEP é expressa em Kg.

PS-ED: efeito direto sobre o peso ao sobreano: expressa em KG indica o desempenho médio da progênie do touro ao sobreano (420 dias), em relação às demais progênies de todos os outros touros avaliados.

GND: é o ganho em peso pré-desmama, que pode ser dividido em duas partes. Uma, o GND propriamente dito, que é o efeito direto do touro no ganho em peso até a desmama de seus filhos. Outra, que é o TMGND, que indica o total materno (efeito direto e efeito ambiental) sobre o ganho em peso. A diferença fundamental em relação às DEP´s anteriores é que elas são expressas em g/dia.

GPD: ganho em peso pós desmama também é expresso em g/dia, e indica o valor genético do ganho em peso médio do período pós desmama da progênie de um determinado touro em relação à progênie dos demais touros avaliados.

IPP, I2P e IOP: indica a diferença genética de um determinado touro para a idade ao primeiro parto, o intervalo entre o primeiro e o segundo parto e intervalo médio entre os demais partos que se manifesta em suas filhas em relação ao período médio dessas características de todas as filhas de todos os outros touros avaliados. É expressa em dias e quando mais negativa melhor, ou seja, menor é o intervalo entre os partos ou menor é a idade ao primeiro parto.

PES: perímetro escrotal ao sobreano: expresso em centímetros. Por ter correlação com a fertilidade do animal, é uma das características que compõem o IQG e deve fazer parte de qualquer processo de seleção na fazenda.
Além das 13 características avaliadas nos animais – destacamos dois itens: a sugestão de um índice de qualificação genética – IQG e o percentil- % (TOP).



ÍNDICE DE QUALIFICAÇÃO GENÉTICA – IQG

É um índice classificatório, que tem por objetivo agregar a contribuição genética de um animal nas características escolhidas para a seleção, considerando-se graus de importância para cada uma delas. O IQG faz uma ponderação das DEPs agregando-as em um único índice.

IQG sugerido:
10% PM-EM + 15% PD-ED + 20%TMD + 15%PS + 15% GPD + 15% IPP + 5% I2P + 5% PES

ONDE:

PM- EM: DEP para efeito materno sobre o peso aos 120 dias (kg)
PD-ED: DEP para peso aos 240 dias (kg), efeito direto
TMD: DEP para total materno sobre o peso a desmama (kg)
PS: DEP para peso ao sobreano (kg)
GPD: DEP para ganho de peso no período pós-desmama (g/dias)
IPP: DEP para idade ao primeiro parto (dias)
I2P: DEP para intervalo entre o primeiro e segundo parto (dias)
PES: DEP para perímetro escrotal ao sobreano (cm)

Nos sumários de touros , matrizes e animais jovens, existe a opção para que o criador faça seu próprio IQG, ou seja, ele poderá fazer a ponderação que achar necessário das características avaliadas, seja para identificar os melhores animais ou fazer acasalamentos corretivos.

% PERCENTIL (TOP) –indica qual a posição (classe) do animal para determinada DEP e para o IQG, relativo ao total de animais avaliados. Sendo assim se um animal tem percentil igual a 2% para DEP PS significa que, para a DEP de peso ao sobreano, ele está entre os 2% melhores animais do TOTAL de animais avaliados de determinada raça. O percentil varia de 0.1 a 99%, ou seja quanto menor, melhor classificado está o animal.

Com o IQG e o percentil (%) o comprador poderá rapidamente localizar a classificação do animal em questão no universo avaliado, devendo portanto, considerar a necessidade real de seu rebanho na hora de adquirir sêmen ou animais. Para o criador, eles representam possibilidades de maior acerto no momento de descarte ou retenção em seu rebanho.

AC – ACURÁCIA:refere-se ao grau de confiança depositada na precisão da estimativa da DEP. Quanto maior o número de informações de determinado animal, maior será a acurácia de suas DEPs.

Cabe ressaltar que o valor da estimativa da DEP é independente da sua acurácia




Fonte: ABCZ

0 comentários

Postar um comentário