terça-feira, 26 de outubro de 2010

Implantação do Sistema Silvipastoril



Potencialidade do Sistema Silvipastoril- Conforto térmico para os animais
- Conservação de solo e água
- Melhora das propriedades químicas do solo
- Aumento das atividades microbiana do solo
- Melhora o valor nutricional da forragem
- Maior retenção de carbono

Qual Espécie Arbórea Escolher



Definir o Objetivo da Exploração

- Melhoria das condições ambientais ( leguminosas )
- Madeira para serraria
- Produção de energia
- Produção de frutas
- Produção de forragem para o gado

Escolha das espécies

- Adaptação ao solo e clima da região
- Crescimento rápido
- Copa alta e pouco densa
- Capacidade de prover serviços ambientais
- Não apresentar efeitos negativos sobre animais e pasto

Espécies Arbóreas Usadas no Brasil

Eucalipto , Acácia Mangium , Acácia Negra , Bracatinga , Grevilea , Angico-mirim , Araucária , Amoreira , Gliricídia , Leucena , Pinus , Coqueiro , Cedro-australiano e outras.


Sombra X Produção de Forragem

Forrageiras Medianamente Tolerantes ao Sombreamento

Braquiária Decumbens , Braquiarão ( Marandu ) , Quicuio da Amazônia , Colonião , Tanzânia , Mombaça , Aruanã , Bufell , Estrela , Azevém anual , Amendoim Forrageiro.

Nível de Sombra

Após estudos realizados pela Embrapa constatou-se que em pastagem com sombreamento em torno de 35% ,o pasto possui 526 plantas/m2  e uma produção de matéria seca/hectare  de 1800 kg, já em um pasto com sombreamento em torno de 65%  o mesmo possui 295 plantas/m2 e uma produção de matéria seca/hectare de 858 kg.

Árvores em linhas Simples, dupla ou mais

O plantio das árvores deverá ser feito em nível no sentido leste/oeste, o intervalo entre as fileiras de árvores (podendo ser linha simples, dupla ou mais )  entre 15 a 40 metros de acordo com o nível de sombreamento escolhido para a pastagem.O espaçamento entre árvores da mesma linha deverão ser entre 1,5 a 4 metros.
No plantio das mudas das árvores escolhidas para integrar o sistema silvipastorial , o produtor  deverá usar no inicio culturas de ciclos anuais por dois anos , ate as mudas alcançarem um tamanho adequado para o pastejo do gado.


Fonte : CNPGL-Embrapa


0 comentários

Postar um comentário